Vereadores aliados de Udo e o circo na Cosip em Joinville

PUBLICADO: 19/10/2019 - 6:00 | ATUALIZADO: 19/10/2019 - 17:39

SÉRGIO SILVA | FALE CONOSCO

A base governista quer voltar a ser o pai da criança no caso “Cosip“, mas agora voltando atrás daquilo que fizeram no início de seus mandatos em 2017. Quando à época o então vereador Fernando Krelling (MDB), a pedido de Udo Döhler fez uma convocação extraordinária em pleno recesso de janeiro e votaram a favor da cobrança relativa ao consumo.

Vale ressaltar que alguns vereadores do bloco dos independentes à época votaram com Udo. Mas alegam terem sido indizidos ao erro através de planilhas apresentadas naquela ocasião.

E agora: Nesta segunda-feira (07/10), a base se reuniu no gabinete do prefeito com direito a presença do atual deputado estadual Krelling para tratar sobre a Cosip, e lançaram nas redes sociais algo como uma vitória do povo. Mas será que devolveram os valores arrecadados, logicamente que não.

O curioso é que o povo já reluta a mais de dois anos sua indignação da cobrança da Cosip por consumo e parece que somente agora a informação chegou aos vereadores.

Estavam presentes na reunião além de Krelling, Richard Harrison (MDB), Roque Mattei (MDB), Mauricinho Soares (MDB), Pelé (PL), Adilson Girardi (SD), Lioilson Corrêa (PSC), Jaime Evaristo (PSC), Natanael Jordão (PSDB), Fábio Dalonso (PSD), James Schroeder (PDT), Wilson Paraíba (PSB) e Cláudio Aragão (MDB) e Ana Rita (PROS)

Por quê somente agora?: O curioso é que o bloco dos independentes já vem desde o final de 2018, buscando fazer o mesmo que a base governista afirma ter conseguido, porém em ano pré-eleitoral tudo acontece como o prefeito encerra seu mandato em 2020 e teve o apoio dos vereadores da base durante ele, vale tudo para atender os anseios daqueles que os atenderam.

Fazem parte do bloco, Rodrigo Fachini (MDB), Maurício Peixer (PL), Ninfo König (PSB), Iracema do Retalho (PSB), Odir Nunes (PSDB) e *Tânia Larson (SD), esse último tem andado em cima do muro, a fim de garantir seus projetos na causa animal, se abstendo das votações.

Vamos compartilhar: Os aliados, assessores e indicados disparam nas redes sociais relatos do encontro como uma vitória sacrificada a volta da COSIP por testada, até o diretor de comunicação social João Francisco da Silva indicado de Cláudio Aragão, fez uma postagem enaltecendo o encontro, citando Aragão como líder.

Retaliação?: O vereador Natanael Jordão sabe que se ficar onde está, poderá ser cobrado na campanha de 2020, por isso dá sinais lentos de uma saída da base governista, fato esse que não teria sido convidado à reunião, segundo Saavedra do Anotícia. Se Jordão sair e assinar a CPI do Rio Mathias ela poderá ser instalada.

O fato é que o circo está armado em ano pré-eleitoral tudo pode acontecer, milagres surgem a todo momento, mas a população está calejada e mais esperta que nunca, salvem a tecnologia.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.